Tuesday, 17 April 2012

Internationalization: known to export better
Internacionalizar: conhecer para exportar melhor

Mozambique: A Bet with Future
Portugal is the fourth major supplier of Mozambique. An important set of opportunities has been arise the attention of the portuguese companies, with a perspective of investment and exports.
To increase the market share and remain the investments in Mozambique, AICEP Portugal Global will organize on May 8th, at Exponor (OPorto, Portugal) a conference about Mozambique ABC Market, where Heliflex will be present in the debate. In representation of Heliflex will be Bruno Toito, currently Heliflex markets manager, contributing with the experience of Heliflex in the Mozambican market, which has a commercial subsidiary since 2009, in this market.
For further information please see:
http://www.portugalglobal.pt/PT/Internacionalizar/saber/capacitacao/Paginas/AbcMocambique.aspx.
Moçambique: Uma Aposta de Futuro

Portugal é o 4.º principal fornecedor de Moçambique, mercado que obteve na última década um dos melhores desempenhos em termos de crescimento económico em toda a África Austral (média anual de 8%). Um importante conjunto de oportunidades descentralizadas no território, associadas a grandes projetos de investimento em curso e a realizar nos próximos anos, geradores de procura de produtos e serviços em que a oferta portuguesa possui mais-valias significativas, tem despertado o interesse das empresas nacionais, quer na ótica do investimento, quer na perspetiva das exportações.
A quota de Portugal nas importações moçambicanas em 2011 foi a mais elevada dos últimos anos, tendo exportações portuguesas crescido nesse ano, a uma taxa de 44%. Cerca de 37% das exportações de bens industriais transformados incidiram em produtos de média/alta tecnologia.
Para que as empresas portuguesas aumentem a sua quota de mercado e continuem a investir em Moçambique, a AICEP Portugal Global vai realizar, no dia 8 de Maio, na Exponor (Leça da Palmeira - Porto) uma ação ABC Mercado Moçambique onde a Heliflex marcará presença no debate. A representar a Heliflex estará Bruno Toito, atualmente gestor de mercados, contribuindo com a experiência da Heliflex no mercado moçambicano, que conta com uma filial de âmbito comercial desde 2009, nesse mercado.
Os interessados poderão inscrever-se em
http://www.portugalglobal.pt/PT/Internacionalizar/saber/capacitacao/Paginas/AbcMocambique.aspx.

Wednesday, 4 April 2012

Regional Director of Economic and Employment visit at Heliflex
Visita do Senhor Diretor Regional da Economia e Emprego do Centro à Heliflex

On March 30th, Francisco Braga was at Heliflex, visit included in the ‘Friday's visit’ program to the portuguese companies.
In the ‘Friday's visit’, program of the Economy and Employment Ministry, the Regional Director of Economic and Employment, Francisco Braga, was at Heliflex in the past 30th of March 2012.
In about two hours the goal of the visit was achieved: know personality the Heliflex, its infrastructure, the equiments, the employees, its dimension, the range of manufectured products, its markets.
In conversation with Francisco Braga some issues were addressed: the lack of competitiveness in the portuguese companies, largely supported by the increase of electricity and oil costs, the lengthened procedural time of the State services, the bank debt in Portugal.
The main role of the Regional Director is to facilitate the processes that are in the Economy and Employment Ministry.
Francisco Braga was well impressed with Heliflex.

Francisco Braga na Heliflex dia 30 de Março, no âmbito das ‘visitas à sexta’ do Ministério da Economia e do Emprego, dirigidas às empresas nacionais.
Integrada na iniciativa "Empresas à Sexta" promovida pelo Ministério da Economia e do emprego, Francisco Braga, Diretor Regional da Economia e do Emprego do Centro, colocou a Heliflex na sua agenda de dia 30 de Março’12, como primeira empresa a visitar.
Em cerca de duas horas ficou alcançado o objetivo proposto para esta visita: conhecer pessoalmente a Heliflex, as suas infraestruturas, os equipamentos, as pessoas que personificam a empresa, a sua dimensão, os produtos fabricados, os mercados de atuação.
Temas como a falta de competitividade das empresas, em muito suportado pelo aumento dos custos de eletricidade e do petróleo, os prazos processuais prolongados dos serviços do Estado no âmbito de projetos de financiamento, o endividamento bancário em Portugal foram alguns temas abordados com Francisco Braga.
No apoio às empresas do centro, o papel principal da Direção Regional é de facilitador dos processos integrados no Ministério da Economia e do Emprego.
Ainda com a agenda no início do dia e com mais três empresas a aguardar a sua visita, Francisco Braga saiu bem impressionado com a Heliflex, tendo emitido uma opinião bastante positiva.